DARSY NICOLAY CAMPEÃO nasceu no dia 16 de agosto dia de ABALUAIÊ e era filha deste Orixá.

Dona Darcy, fez a passagem para o mundo espiritual no dia 22 de outubro de 2001, deixando nesta Casa a presença dos seus Guias.

MESTRE ALIKEMUR, com sua paciência, candura e seu amor incondicional;
MESTRE HANNA, com sua firmeza e determinação;
VOVÓ MARIA REDONDA, com sua compreensão e seu carinho;
CABLOCO JAGUARÊ, com sua força;
DAMA DO BOSQUE, com sua beleza envolvente e sua proteção;
MARIA ZUMBI, com seu extraordinário vigor.

Dirigir uma empresa, uma loja comercial, uma casa de família, não é uma tarefa fácil. Dirigir um Centro Espírita, onde há inúmeros conflitos pessoais, vibrações diversas, enfim, o normal de um local religioso, onde as pessoas chegam, geralmente, em busca de alívio para seus sofrimentos, é uma tarefa das mais árduas, mas ela o fez com grande competência e dignidade por mais de sessenta anos.

D Darsy dedicou sua vida à esta Casa, sacrificou muito de sua vida particular em benefício do trabalho que se propôs a realizar.

Dona de uma mediunidade extraordinária recebeu de uma Entidade, irmão Alikemur, a incumbência de abrir uma casa onde o objetivo primordial seria ajudar as pessoas, sempre cultivando e difundindo o AMOR.

Alikemur é o chefe espiritual da nossa tenda. Ele mesmo, em sua grande humildade, se denominava “irmão”, mas é, evidentemente, um Mestre, e assim será sempre perpetuado por todos nós, seus discípulos.

Darsy sempre se preocupou com o destino desta casa, dizendo que a obra deveria continuar, e que sempre deveríamos dar todo o apoio e toda a atenção às pessoas que vêm em busca de ajuda, lembrando sempre que as portas desta Casa jamais deveriam estar fechadas durante os trabalhos para que qualquer retardatário pudesse ter acesso a um alento espiritual.

Ela sempre nos orientou no sentido de que, quem batesse à porta desta casa, deveria ser recebido com carinho, gentileza e sempre com muito amor; que nunca deveríamos esquecer que a prioridade, o objetivo maior do trabalho aqui realizado, são as pessoas que aqui chegam em busca de ajuda.

Nos últimos anos, ela já estava muito doente; enxergava pouco, chegava aqui de bengala, caminhando com dificuldade e dizia que nós  é quem iríamos trabalhar. Mas, quando a sessão começava, ela se levantava, largava os óculos, a bengala e caminhava com desenvoltura a todos abençoando, apoiada sempre nos seus maravilhosos Guias.

Sem dúvida um dos grandes benefícios que ela prestou a cada um de nós, médiuns, foi nos oferecer a grande oportunidade de nossas vidas, que é cumprir a missão de SERVIR.

Essa foi a meta que ela seguiu durante toda a sua vida e que procurou incutir em cada um de nós: servir ao próximo.

Todos nós estamos aqui de passagem, mas o trabalho aqui realizado deve prosseguir, e esse deve ser o objetivo de todos nós que estamos juntos neste caminho:  plantarmos sementes que possam germinar, para que, depois de nós, outros irmãos de boa vontade, possam prosseguir com os trabalhos aqui realizados. Este era um dos grandes sonhos de D.Darsy.

Mas hoje não deve ser um dia de tristeza; é um dia de recordações e de homenagens a uma grande mulher. Uma pessoa marcante, imponente, carismática e alegre.

A melhor maneira de homenagear a memória da fundadora desta Casa, D. Darsy Nicolay Campeão, é nos empenharmos com dedicação, harmonia, fraternidade, alegria e amor, para continuar a obra que ela, em tão boa hora, iniciou.

Pedimos a Mestre Alikemur, Mestre Hanna, Vovó Maria Redonda, Caboclo Jaguarê, Dama do Bosque e Maria Zumbi que continuem protegendo e iluminando a todos nós, hoje e sempre.

Para que sejamos hoje melhor do que ontem e amanhã melhor do que hoje.

Graças a Deus.